Todos os posts de Alexander

Próteses mamárias de silicone

Próteses Mamárias de Silicone

Como tratar das estrias após a colocação de próteses ou implantes de silicone
Seios mais volumosos, firmes, com formato e textura delicada fazem cada vez mais parte dos sonhos das mulheres. Existem diferentes motivos para a colocação de próteses mamárias, como desejo apenas estético de aumento do volume dos seios ou mulheres submetidas à retirada das glândulas mamárias por razões oncológicas. Graças aos avanços da estética e da tecnologia hoje é possível conseguir resultados naturais com cicatrizes discretas.
A cicatrização das incisões pode se estender por até seis meses. Os cuidados no pós-operatório devem ser seguidos conforme a orientação do cirurgião plástico para garantir uma recuperação mais rápida com cicatrizes delicadas. Algumas orientações comuns são repouso, limitações quanto a exercícios e cuidados para evitar o rompimento e o deslocamento do silicone nos primeiros meses.
A paciente também pode ter acompanhamento com um dermatologista que cuidará para que a pele não sofra danos durante o período de cicatrização. Dentre as alterações mais temidas, podemos citar o surgimento de estrias e a cicatrização hipertrófica ou o aparecimento de quelóides.
Como tratar as estrias após a colocação do silicone?
Com o aumento de volume nos seios, a pele pode perder elasticidade e ceder, causando estrias indesejadas. As estrias que surgem logo após a colocação das próteses de silicone, se forem tratadas precocemente, costumam ter ótimos resultados estéticos.
As estrias são lesões causadas pelo rompimento da fibra dérmica devido ao estiramento excessivo da região. Quando são novas, tem a aparência avermelhada, podendo ser isoladas ou em grupos maiores em certas regiões. As estrias maduras e já cicatrizadas tem a coloração esbranquiçada e apresentam ao toque uma leve depressão.
Os tratamentos mais utilizados no tratamento das estrias recentes são os ácidos retinóicos ou os alfa-hidróxiácidos (conhecidos como AHAs). Suas formulações podem ser prescritas pelo dermatologista para uso em casa ou em forma de peelings de aplicação no consultório médico. Outra alternativa muito utilizada são as sessões de luz intensa pulsada.
Para as estrias esbranquiçadas, o método considerado mais eficaz atualmente é a aplicação dos lasers fracionados, que podem ser de CO2 ou de Erbium. A renovação celular da pele após a aplicação do laser promove uma reorganização das fibras de colágeno, tornando as estrias menos perceptíveis e mais homogêneas com a coloração da pele.
 
Para prevenir as estrias
Água: A água é a melhor fonte de hidratação natural e deve ser consumida diariamente numa quantidade superior a 2 litros por pessoa. A água é muito importante para a pele, pois hidrata e é responsável pelo transporte de nutrientes para as células.
Cremes: Os cremes para os seios com função firmadora são ótimos para mantê-los hidratados e com textura mais macia, auxiliando na prevenção das estrias por aumentar a elasticidade da pele. Uma ótima indicação são os cremes a base de ácido hialurônico e vitaminas que vão garantir uma hidratação maior do que os cremes comuns. Aplique sempre após o banho para a pele melhor absorver os ingredientes ativos do creme prescrito.
Óleos: óleos de rosa mosqueta, semente de uva e girassol, dentre outros, também agem de maneira eficaz na preservação da integridade da pele, aumentando sua elasticidade e diminuindo os riscos de estrias. Os óleos devem ser aplicados cerca de duas vezes ao dia, de forma generosa e em toda a área da mama por seis meses após o procedimento cirúrgico.
Dra. Rafaela Salvato, dermatologista em Florianópolis – Proteses mamárias de silicone

 

Queda de cabelo constante

Quase todo mês, nas revistas masculinas, aparece uma reportagem que se diz inédita, ensinando como os homens podem prevenir diversos problemas de saúde. As revistas desse tipo dizem ensinar fórmulas milagrosas para os homens ficaram com o corpo musculoso rapidamente, para melhorarem o desempenho sexual na cama e até para mudarem, da noite para o dia, o seu visual, com novos e modernos cortes de cabelo, que atraem a atenção das mulheres.
Esse tipo de revista, caso fosse lançado há cerca de 30 anos, seria um total fracasso de venda. Antigamente, o homem que se cuidava demais era visto com maus olhos. Hoje em dia, existe até uma categoria específica para o homem super vaidoso, que às vezes possui até mais produtos de beleza do que uma mulher: são os homens metrossexuais.
No entanto, existe um problema que afeta e preocupa bastante o sexo masculino, não importando se o homem é muito vaidoso ou pouco vaidoso. E não estamos falando de problemas de altura, de personalidade, de aceitação social, de timidez ou de qualquer outro tipo.
Você faz alguma idéia do que estamos falando? Esse problema existe há muito, muito tempo e é debatido incansavelmente em fóruns de internet ou congressos de dermatologia.
Se você, caro leitor ou cara leitora, falou em Queda de cabelo, acertou. A Queda de cabelo constante é um problema que aflige muitos homens e preocupa também muitas mulheres. Apesar dos pesquisadores se debruçarem sobre esse problema, não há nenhuma solução garantida.

O primeiro passo, caso você esteja sofrendo de Queda de cabelo constante, é visitar um médico. Na internet você encontrará muitas informações, mas o problema é saber o motivo por que está acontecendo a Queda de cabelo constante. E os motivos são inúmeros. A Queda de cabelo constante pode acontecer por estresse, por questões genéticas, por oleosidade excessiva no couro cabeludo, pelo uso de algum produto ou tintura química, enfim: são tantas hipóteses que apenas o médico poderá orienta você corretamente.
A boa notícia é que a Queda de cabelo constante apresenta também várias soluções, apesar de não haver uma cura definitiva. Por isso, você poderá contar com remédios, cremes e shampoos, de acordo com a prescrição do seu médico.
Por fim, existem algumas dicas genéricas que costumam se aplicar a vários casos, por isso repassamos a você algumas delas, para evitar a Queda de cabelo constante.
A primeira é cultivar hábitos que fazem bem para sua saúde. Estamos falando de exercícios físicos constantes, boas noites de sono e alimentação balanceada. A segunda é, ao menos uma vez por semana, massagear bem seu couro cabeludo, principalmente quando estiver no banho, para ativar os vasos sanguíneos do local. E, por último, siga as orientações do médico dermatologista e você poderá dar tchau para o problema da Queda de cabelo constante.
Dermatologia clínica em Florianópolis SC, Queda de cabelo constante.

Alergia aos alimentos

Alimentar-se é uma necessidade do ser humano desde que ele está no ventre materno. A mãe, por meio do cordão umbilical, passa ao bebê todos os nutrientes de que ele precisa para se desenvolver. É por isso que muitas grávidas, por exemplo, sentem desejos muitos específicos, em relação aos alimentos: é um pedido do organismo para suprir determinada reserva de nutrientes que está em falta. Assim, se a mulher apresenta uma vontade muito grande de comer carne, é porque está precisando de ferro. O mesmo acontece com frutas, verduras, doces e muitos outros casos.
Quando o bebê nasce, precisa novamente de alimento, mas de um alimento muito específico: leite materno. Aos poucos, e gradativamente, a alimentação da criança começa a ficar mais abrangente. Com determinada idade as papinhas são introduzidas no cardápio da criança, assim como as sopinhas, as frutas picadas e assim por diante.
Até que, finalmente, depois de certa idade o intestino da criança já está pronto para receber comidas mais sólidas, uma prova de que a natureza foi sábia. Mas essa é uma exclusividade dos seres humanos. Vemos na natureza que muitos filhotes saem diretamente do período de amamentação para a alimentação carnívora ou herbívora, dependendo da espécie.
Bem, cada caso é um caso e entre as espécies existe muita divergência. No entanto, um dos problemas que mais afeta os seres humanos é justamente em relação aos alimentos. Estamos falando da Alergia aos alimentos, que já se manifesta também logo nos primeiros meses de vida.
Muitos bebês sofrem porque são alérgicos ao leite materno, fazendo com que soluções alternativas precisem ser encontradas para que o recém-nascido não fique privado dos nutrientes de que tanto precisa.

A Alergia aos alimentos, no entanto, pode surgir em qualquer fase da vida. E assim como elas surgem do nada, também podem desaparecer magicamente. Isso significa que se você é um adolescente cheio de alergias, poderá chegar à fase adulta sem nenhuma alergia. Ou se você é um idoso que nunca sofreu com alergias, pode ser que um dia descubra algum alimento que faz mal a você.
As Alergia aos alimentos ainda estão sendo estudadas e infelizmente os médicos e pesquisadores não conseguiram chegar a um consenso sobre por que as alergias ocorrem e o que faz com que surjam ou desapareçam de uma hora para outra.
Portanto, como não há cura para as alergias, a dica é ficar atento e seguir os conselhos a seguir. O primeiro é ficar atento aos primeiros sintomas, como surgimento de manchas avermelhadas na pele assim que você entra em contato com o alimento.
A segunda é fazer um teste alérgico para descobrir a quais substâncias você é alérgico, mantendo-se afastado delas. E a terceira é encaminhar imediatamente ao hospital uma pessoa que está em grave crise alérgica, porque a situação é muito séria e pode levar ao óbito (porque as vias respiratórias ficam trancadas).
Dra Rafaela Salvato, dermatologista em Florianópolis SC – Alergia aos alimentos

Urticária

Quem já passou algum tempo vivendo no meio do mato, em fazendas, campos ou chácaras, aprende rapidamente e por experiência própria a distinguir um arbusto normal de uma moita de urtiga. Se você nunca foi ao campo, preste atenção, portanto, antes de sair esbarrando em qualquer arbusto ou moita. Peça uma ajuda para as pessoas que vivem no local, para evitar que você seja alvo de uma reação alérgica feroz, que pode acabar com seus dias tranquilos de descanso.
Geralmente as pessoas que não estão acostumadas a viver no campo esbarram sem querer nas moitas de urtiga ou – até mesmo, o que é pior – se escondem atrás delas, para descansar do sol. O que acontece depois é que a pessoa fica com a pele toda vermelha e irritada. E o diagnóstico geralmente é muito rápido, já que as pessoas da região estão acostumadas com esse tipo de problema: urtiga.
A urtiga não faz isso propositalmente: a planta possui um mecanismo de defesa, que é ativado quando alguma pessoa ou animal passa perto dela. Isso é que causa alergia nas pessoas, fato que inspirou o nome de um problema de pele. Normalmente não se trata de algo grave, mas de algo que incomoda muito, como uma roupa apertada, por exemplo.

 A reação alérgica que foi batizada a partir da urtiga chama-se Urticária. Vale lembrar que normalmente as alergias mais incomodam do que causam perigo à saúde. No entanto, algumas pessoas são realmente muito alérgicas a alguma substância, o que pode colocar em risco a sua saúde. Informe-se então, nesse artigo, sobre a Urticária e descubra como ficar longe de situações que possam incomodar você.
Urticária é o nome da reação provocada na pele, em função de uma alergia. Assim, a manifestação mais normal é que a pele comece a ficar bastante vermelha e inchada. A boa notícia, caro leitor ou cara leitora, é que esse incômodo não dura muito tempo, no máximo dois dias.
Portanto, esse é o período que você deve ficar atento: se qualquer alergia durar mais de 48 horas, é sinal de que o seu caso pode ser mais grave e por isso você deve imediatamente procurar um médico ou hospital para analisar o que está desencadeado a sua alergia.
Em alguns casos, a Urticária pode ficar mais série, culminando no que os médicos chamam de Urticária crônica. Caso você não tenha ouvido falar nela, explicamos melhor: a Urticária Crônica caracteriza-se e apresenta-se como uma Urticária normal, com a diferença de que os sintomas vão embora e reaparecem, podendo a pessoa ficar nesse período por mais de um mês.
Por último, é bom lembrar que a Urticária é tratada com medicamentos, que devem ser prescritos por um médico de confiança, sempre depois da análise do seu caso em uma consulta.
Rafaela Salvato Dermatologia, Dermatologia clínica em Florianópolis – Urticária

Dermatoscopia digital

Dermatoscopia Digital

Um hábito que está ficando esquecido no passado com o advento das novas e modernas tecnologias é o de guardar fotos em um álbum de retratos. Antigamente, as fotografias eram raras e caras. Por isso, as pessoas se arrumavam e iam (geralmente com toda a família) a uma casa de fotografias, para que ficasse registrado aquele momento.
Quando as máquinas de filme fotográfico começaram a dar lugar às máquinas digitais, tudo mudou. Agora não existia mais a limitação de um número de fotos a ser tirada (o que custava muito dinheiro). Qualquer pessoa, portanto, poderia tirar o número de fotos que bem entendesse, bastando apenas o acesso a um computador para descarregar as imagens.
A situação ficou ainda mais crítica, diríamos, quando as pessoas começaram a armazenar suas fotografias apenas nos álbuns das redes sociais. Ou seja: em alguns anos, não haverá nenhuma recordação física para as pessoas olharem, a não ser que resgatem todos esses arquivos digitais (que – diga-se de passagem – são muitos).
Mas não foram apenas dificuldades que a fotografia digital nos trouxe. Essa técnica começou a ser explorada para diversas outras áreas além da arte. Se você procurar e observar com atenção, verá que as câmeras digitais estão em todo lugar, até mesmo nos consultórios médicos e salas de exame.

Dermatoscopia Digital florianopolis dermatologista

Um exemplo recente e que tem salvo a vida de muitas pessoas é o uso de câmeras digitais no exame da Dermatoscopia digital. Você já ouviu falar nisso? Ou para que serve a Dermatoscopia digital? E como a tecnologia está ajudando a diagnosticar com maior precisão os casos de melanoma? Não perca então esse artigo e fique por dentro de tudo que você precisa saber sobre Dermatoscopia digital.
A Dermatoscopia digital é um exame que serve para diagnosticar casos possíveis de câncer de pele. Lembre-se que Derma refere-se à pele e o sufixo Ia refere-se a estudo ou análise. Logo, Dermatoscopia digital é a análise da pele a partir de técnicas digitais.
A Dermatoscopia digital funciona como uma lente de aumento. Ou seja: no exame, o médico consegue analisar as manchas ou pintas de pele do paciente, estudando as suas estruturas e determinando se elas são benignas, suspeitas ou malignas. Durante a Dermatoscopia digital é mais fácil analisar se o caso se trata de um possível melanoma (câncer de pele) porque a lente da câmera proporciona um aumento de até setenta vezes.
Portanto, lembre-se sempre que você deve visitar o médico dermatologista ao menos uma vez ao ano, para que ele acompanhe a saúde da sua pele. Os casos de melanoma (câncer de pele) são mais raros, mas se forem diagnosticados logo no início, com a ajuda Dermatoscopia digital, podem apresentar maior facilidade de tratamento, já que esse é um câncer muito perigoso.
Dra. Rafaela Salvato, dermatologista em Florianópolis SC – Dermatoscopia digital

Sobrancelhas

sobrancelhas dermatologista em florianópolis Centro

Na psicologia existem duas linhas de pensamento, que divergem sobre a maneira que um aluno deve aprender determinado conteúdo. A primeira linha defende que o aluno deve encontrar atalhos mentais que façam com que ele assimile o conteúdo a partir da associação entre diferentes matérias. A segunda linha diz que o aluno deve entender o contexto da matéria que ele está aprendendo e assim construir – apenas naquela matéria – a sua linha de pensamento.
Sendo assim, poderíamos dizer que na primeira linha de pensamento o aluno ganha uma visão mais abrangente, mas descontextualizada sobre a área de conhecimento. Enquanto, na segunda linha, ele ganha uma visão mais restrita sobre o assunto, mas dentro de um contexto.
Portanto, podemos resumir que a primeira linha valoriza um aprendizado focado em um método, enquanto a segunda linha valoriza um aprendizado focado na forma, no estilo.
Se até aqui você ainda não entendeu o assunto do nosso artigo, fique tranquilo. Queremos falar hoje sobre as sobrancelhas, que muito se parecem com o estilo que apresentamos acima. Persista e logo a seguir você encontrará uma explicação sobre as sobrancelhas que nunca mais esquecerá, podendo investir em sua beleza de uma maneira consciente e muito prática, que irá ajudar você a se sentir mais bonita em situações corriqueiras ou muito importantes.
Pense assim: a maquiagem funciona como a primeira linha de pensamento, ou seja: um modo abrangente de cuidar da sua beleza. Dessa forma, a maquiagem é um estilo de mudar sua aparência. Já as sobrancelhas são um método definitivo de mudar a estrutura do seu rosto.
Sim, alterando o formato das sobrancelhas você deixa seu rosto em harmonia. Repare, por exemplo, quando for ao teatro, que personagens mais brabas possuem a sobrancelha mais fechada, enquanto personagens mais tranquilas possuem sobrancelhas no formato de arco.

Por isso, a seguir separamos algumas dicas que podem fazer grande diferença nas suas Sobrancelhas. A primeira delas é descobrir qual o seu formato de rosto. Existem basicamente três formatos diferentes de rosto, que normalmente são separados em formas geométricas, para facilitar.
O primeiro deles é rosto quadrado, caracterizado por maxilares largos e testa com maior comprimento horizontal. Para esse tipo de rosto, os especialistas sugerem Sobrancelhas no formato angular. Ou seja: Sobrancelhas que começam finas nas pontas e que na metade ficam como se fosse um telhadinho, ou seja, mais inclinadas. Assim você levanta seu olhar e valoriza traços de beleza do seu rosto.
O segundo é o rosto no formato de losango, um meio termo entre o tipo anterior e o próximo tipo que veremos. Invista em Sobrancelhas bem alongadas e compridas, porque assim você chama mais atenção para os olhos e menos para as bochechas e queixo.
Por último, o rosto redondo é o mais fácil de harmonizar com as Sobrancelhas. Você pode definir o tipo que quiser, apenas cuidando para não exagerar no comprimento ou no arco das Sobrancelhas.

Rafaela Salvato Dermatologia, Clínica de dermatologia em Florianópolis – Sobrancelhas

Alisantes clandestinos

Dentre os princípios do Marketing existe um muito famoso, que se chama Mais por menos. De acordo com essa estratégia, o produto será posicionado no mercado oferecendo Mais vantagens por menos preço. Ou seja: o atrativo é poder contar com um produto ou serviço de qualidade, oferecido por um preço muito mais atraente do que o da concorrência.
Porém, essa estratégia precisa ser usada com muita cautela, porque é difícil manter alta qualidade quando os preços são muito baixos. A não ser que a empresa conte com um fornecedor muito diferenciado, o que acontece é que empresas que adotam a estratégia Mais por menos arcam com os prejuízos nos primeiros meses, para assim conquistar um espaço dentro daquele mercado. Depois que os consumidores já conhecem a marca e a qualidade dos produtos, estando dispostos a pagar um pouco mais – já que conhecem seus diferenciais – então a estratégia muda, transformando-se em Mais por mais (mais qualidade por mais preço).
Esse simples exemplo mercadológico serve para ilustrar um comportamento inerente ao ser humano: queremos sempre mais (mais dinheiro, mais bens, mais amor), de uma forma (no entanto) que nos comprometa ou nos envolva pouco.

No entanto, na vida a estratégia Mais vantagens por menos esforço pode sair muito cara, principalmente quando você tenta economizar abrindo mão da sua segurança e da sua saúde. Isso tem acontecido frequentemente com os chamados alisantes clandestinos. Você já ouviu falar nos alisantes clandestinos? Sabe para que eles servem? Ou como surgiram os alisantes clandestinos? Caso não, fique atento ao material que selecionamos para você, que explica com detalhes como funcionam os alisantes clandestinos.
Comecemos pelo nome: alisante porque… eles alisam o cabelo, isso é óbvio. E o “clandestinos”, logicamente, quer dizer que eles são um tratamento que não está legalizado. Portanto, alisantes clandestinos fazem um trabalho de alisamento do cabelo usando produtos que não estão legalizados para o uso.

Os alisantes clandestinos normalmente são fabricados de maneira caseira, por uma pessoa que leu algo no internet ou aprendeu a técnica com um vizinho ou conhecido. O problema dos alisantes clandestinos é que eles são criados a partir do uso de produtos que são muitas vezes perigosos para o ser humano, como o formol. Para ficar com o cabelo liso sem gastar muito, algumas pessoas se sujeitam ao tratamento com alisantes clandestinos. Outras, no entanto, não sabiam que o salão de beleza era adepto dessa prática proibida pelo Ministério da Saúde.
Portanto, a dica para você, mulher ou homem que quer alisar o cabelo é ir a salões de beleza que usam apenas produtos legalizados e – ao menor indício do cheiro de formol (um cheiro inconfundível e muito forte), saia correndo. Seus cabelos e sua saúde agradecem.

Rafaela Salvato Dermatologia, Clínica de dermatologia em Florianópolis – Alisantes Clandestinos.

Cílios

Muitas áreas do nosso corpo possuem uma finalidade específica, mas nós muitas vezes a usamos para outros fins. Por exemplo: a cabeça. A função dela é guardar importantes órgãos que permitem mapear o nosso mundo (como boca – que é responsável pelo paladar, nariz – que é responsável pelo olfato -, ouvidos – que são responsáveis pela audição e olhos – que são responsáveis pela visão).
No entanto, quem já assistiu pelo menos um jogo de futebol na vida sabe que a cabeça é um importante membro, muito usado pelos jogadores de futebol, mas de uma forma totalmente diferente da tradicional. Em jogadas áreas (quando a bola é levantada por um outro jogador, viajando no ar), os jogadores pulam e tentam dar com a cabeça uma pancada na bola, conduzindo-a para o gol adversário.
Um movimento que precisa ser treinado e que – quando bem executado – garante um gol para o time. E isso se repete com muitos outros órgãos do nosso corpo. As possibilidades que são oferecidas por essa máquina perfeita que é o organismo humano são incontáveis. Basta uma simples busca no Youtube por shows de talentos e veremos desde malabarismos super complexos até danças que deixam tontos até que assiste. No entanto, a criatividade humana não está presente apenas nessas áreas, chegando também à área da beleza.
Estamos nos referindo aos cílios. Você certamente sabe o que são os cílios, mas nunca tinha parado provavelmente para pensar sobre eles, principalmente se você for do sexo masculino. Os cílios nada mais são do que pêlos, que possuem a importante função de proteger os olhos da poeira e dos insetos.

No entanto, as mulheres, muito inteligentemente, transformaram os cílios em um artefato de beleza. Explicamos melhor: as mulheres descobriram que podem alongar, pintar e usar os cílios para chamar atenção para o olhar. No entanto, é necessária muita cautela, porque – assim como o cabelo – os cílios podem apresentar algumas complicações, desde um tipo de caspa até a queda.
Siga então, a seguir, essas dicas que separamos para você cuidar dos seus cílios. A primeira dica é não abusar do curvex, porque ele pode quebrar os fios dos cílios, fazendo assim com que eles caiam. Se você quiser usar esse acessório, dê preferência aos modelos que possuem borracha na ponta, porque eles machucam menos os cílios.
A segunda dica é muito importante: nunca, jamais, dormir com maquiagem nos cílios. Por mais que o cansaço da balada e da festa que aconteceu a noite toda seja grande, faça um esforço e lembre-se de que retirar a maquiagem dos cílios vai garantir sua beleza na próxima festa. O acúmulo de maquiagem nos cílios pode levar a uma infecção até mesmo nos olhos.
Por último, a dica final para cuidar dos seus cílios é passar rímel corretamente, ou seja, seguindo o sentido que vai das raízes dos cílios até a extremidade, e nunca o contrário.
São dicas simples, mas que vão com certeza manter a saúde dos seus cílios em dia.

Clinica de dermatologia Rafaela Salvato, dermatologista em Florianópolis – Cílios

Exercícios físicos e a pele

Na Idade Média, muitos druidas e alquimistas dedicaram-se a encontrar a fórmula para a vida eterna. Investiram em longos processos, muitos deles complicados e complexos, buscando saber como funcionava o princípio vital, para que pudessem usar esses aprendizados na construção de algum objeto mágico, que daria a pessoa a capacidade de viver para sempre.
Bem, como nos dias de hoje não foi documentado nenhum caso de uma pessoa que tenha vivido mais de 115 anos (tempo de longevidade considerado “dentro dos padrões” para a nossa espécie), podemos concluir que os druidas e alquimistas falharam.
Analisando hoje o que eles buscavam, podemos sugerir que o problema da pesquisa estava no objetivo: as pessoas, naquela época, não precisavam viver mais. Elas precisavam viver melhor. A qualidade de vida na Idade Média era muito precária, principalmente em termos de higiene. Era por isso que as taxas de mortalidade eram tão altas e era por isso também que a expectativa de vida era baixíssima.
Felizmente, parece que cientistas dos dias de hoje já sabem que precisam investir em qualidade de vida, porque a longevidade (quando se tem qualidade de vida) é apenas uma consequência natural. Ou seja: para viver muito, o segredo é viver bem. Mas como se faz para viver bem? A resposta é muito simples e já foi divulgada pelos quatro cantos do mundo, mas mesmo assim vale reforçar: praticando exercícios físicos.

Os exercícios físicos trazem vários benefícios, principalmente para a pele. Os Exercícios físicos e a pele estão intimamente ligados e explicaremos a seguir essa relação, para que você aprenda que o cuidado com a pele não se resume a cremes e pomadas dermatológicas.
Ao longo dos anos, as camadas da pele começam a ficar mais compactadas. Isso acontece pela perda de colágeno e pelos próprios fatores de envelhecimento. Para ajudar sua pele, você deve praticar exercícios físicos. Os benefícios são muitos, então separamos aqui apenas alguns exemplos do que Exercícios físicos podem fazer pela pele.
O primeiro benefício é o controle da gordura corporal e do peso. Se você mantiver sempre um peso constante, de acordo com seu Índice de Massa Corporal (IMC) você dificilmente vai ficar com aquela pele flácida, típica de pessoas que emagreceram ou engordaram de maneira muito rápida.
O segundo benefício é que o exercício físico ajuda a manter a pele firme, porque os músculos darão sustentação para ela. Sendo assim, os Exercícios físicos ajudam a tonificar a pele na ausência de colágeno em larga escala.
Por fim, os Exercícios físicos fazem bem para a pele porque eles relaxam o organismo, ajudando a prevenir doenças que surgem em situações de extremo estresse, como as dermatoses e outras doenças que se aproveitam dos momentos de baixa imunidade.

Dra Rafaela Salvato, dermatologista em Florianópolis – Exercícios físicos e a pele.

X

Dra. Rafaela Salvato

Dermatologista em Florianópolis

Filiada ao Conselho Regional de Medicina do Estado de Santa Catarina CREMESC sob n° 14.282, ao Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo CREMESP sob o n° 133.312 e registro de especialista (RQE) sob n° 10.934.

Especialização em Laser e procedimentos estéticos pela Harvard Medical School, da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos da América, sob supervisão do Prof. Dr. Richard Rox Anderson...

Saiba mais

Clínica

Dermatologista em Florianópolis

Dermatologia Estética
Dermatologia Clínica
Laser

(48) 3225-4033

VISITE O SITE

Av Trompowsky, 291 Salas 403 e 404 – Torre 1
Medical Tower – Trompowsky Corporate
Centro – Florianópolis
Santa Catarina – Brasil