Arquivo da tag: luz intensa pulsada

Olheiras: causas e tratamentos

Após o Carnaval, e depois de festas prolongadas e noites sem dormir, elas sempre aparecem deixando as pessoas com um aspecto cansado! As olheiras são manchas escuras que aparecem nas pálpebras inferiores, em consequência de enfermidade, insônia, ou cansaço físico e mental. Mas você sabia que há outras causas para as olheiras? Veja também os tratamentos indicados e dicas para evitá-las!
olheiras dermatologista em florianópolis
Uma das causas mais frequentes é a que envolve a VASCULARIZAÇÃO. Algumas pessoas, por questões genéticas, têm maior número de vasos sanguíneos sob a pálpebra inferior. Como a pele da pálpebra é mais fina, consegue-se enxergar esses vasos por transparência. Quando existe essa causa, ela geralmente tem um tom arroxeado. Outros fatores de vascularização podem ocorrer com a ingestão de bebida alcoólica e, nas mulheres, na época da  TPM e da menstruação. Qualquer estímulo que cause dilatação dos vasos acaba aumentando as olheiras.
Por causas genéticas, algumas pessoas acumulam melanina na pálpebra inferior, sendo essa, outra causa de surgimento das olheiras, a PIGMENTAÇÃO. A idade e a exposição ao sol também aumentam a quantidade de melanina de toda a pele, inclusive dessa região, acentuando as olheiras.
Estes são os principais fatores, porém, há outras causas como: a espessura da pele da pálpebra inferior, hereditariedade, excesso de sol, alergias e até mesmo a configuração óssea do rosto. Quem pode avaliar com precisão as causas para o seu caso específico é o seu médico Dermatologista!!
olheiras dermatologista florianópolis
Mas, como tratar as olheiras? Confira alguns dos métodos e tratamentos mais eficazes:
Uma forma simples e que não envolve tratamento direto sobre as olheiras, mas que pode amenizar o problema, são as compressas geladas com chá de camomila ou chá verde. Cremes com derivados da camomila, como o alfa-bisabolol ou o azuleno, são úteis. O efeito, porém, é temporário.
Os tratamentos em consultório oferecem ao paciente o clareamento das olheiras com mais eficácia! Um dos tratamentos, com Luz pulsada ou laseres de ação para pigmento, suavizam as olheiras que surgem por acúmulo de pigmento. A luz pulsada também reduz os vasos da região, proporcionando um aspecto mais claro á pele. Outro método é feito com a aplicação de Laser com ação vascular. Esse tratamento atua nos vasos que causam a olheira, e é eficaz caso o principal motivo do problema seja vascular.
Evitar exposição solar sem o uso de filtro solar e pedir ao seu Dermatologista opções de uso de cremes específicos para esse problema, também são importantes.
Assim, você fica livre do aspecto cansado e da necessidade de maquiagem em excesso.

Ótimo Final de Semana.

Tratamento de Estrias

Um dos problemas que atinge grande parte das mulheres – e homens também – e que requer cuidados e tratamentos especiais. O que são estrias e quais os tratamentos indicados?

As estrias são lesões decorrentes da degeneração das fibras elásticas e de colágeno. Ocorrem pela distensão exagerada da pele ou devido a alterações hormonais. A ruptura das fibras forma lesões lineares, geralmente paralelas, que podem variar de um a vários centímetros de extensão. Surgem principalmente nas coxas, nádegas, abdômen, mamas e dorso. Inicialmente as lesões são avermelhadas ou róseas evoluindo para uma tonalidade esbranquiçada. Em pessoas de pele morena as estrias podem ser mais escuras que a pele sadia. Atinge ambos os sexos, porém são mais frequentes no sexo feminino, sendo uma das principais queixas estéticas entre as mulheres no consultório.

É comum o surgimento durante a puberdade, obesidade e gravidez. Na fase da puberdade, os adolescentes apresentam geralmente um crescimento acelerado e é nesta fase que muitas estrias aparecem. Nas meninas, costumam surgir as estrias nas nádegas, coxas e mamas. Nos rapazes, a fase do “estirão” pode causar estrias horizontais no abdômen e dorso. Algumas medicações, como os corticóides, quando utilizados por um período prolongado, podem causar ou piorar estrias já presentes.


Como evitar?

Recomenda-se a hidratação intensa da pele com cremes e loções hidratantes para tentar evitá-las, principalmente em pessoas com histórico familiar de estrias. Deve-se beber pelo menos 8 copos grandes de água por dia (2 litros). O “efeito sanfona”, ou seja, engordar ou emagrecer rapidamente também deve ser evitado. Para isso, adote hábitos de alimentação saudável, eliminando doces e gorduras da dieta e praticando exercícios físicos regularmente.




Tratamento
As estrias são lesões cicatriciais e, portanto, não existe um tratamento que faça com que elas desapareçam completamente. Os tratamentos visam melhorar o aspecto das lesões, estimulando a formação de tecido colágeno subjacente e tornando-as mais semelhantes à pele ao redor. Para isso, várias técnicas podem ser empregadas, entre elas:

  • tratamentos tópicos com ácidos: alguns tipos de ácidos, especialmente o ácido retinóico, estimulam a remodelação de colágeno na derme, melhorando o aspecto das estrias. Pode haver descamação e vermelhidão e a concentração ideal para cada caso deve ser definida pelo dermatologista, de acordo com o tipo de pele.
  • peelings: formulações de uso em consultório que também utilizam ácidos, no entanto, com uma maior concentração, geralmente levando a um melhor resultado.
  • subcisão (subcision): esta técnica consiste na introdução de uma agulha com ponta cortante ao longo da estria, com movimentos de ida e volta. O trauma causado estimula a formação de colágeno no local, que preenche a área onde o tecido estava degenerado. Provoca equimose (mancha roxa), que faz parte do tratamento, pois a reorganização do sangue também dá origem à formação de colágeno.
  • microagulhamento: pequenas agulhas acopladas em um sistema de rolamento são aplicadas ao longo das estrias. As microperfurações estimulam a formação de colágeno com a vantagem de regularizar a superfície da pele, que ganha mais uniformidade, ficando mais semelhante à pele ao redor.
  • luz intensa pulsada: a aplicação do laser provoca o fechamento dos pequenos vasos nas estrias avermelhadas e promove a formação de novo colágeno, com diminuição do tamanho das estrias recentes.
  • laser de CO2 fracionado: laser que promove a evaporação da água e age em camadas mais profundas da pele. As microperfurações provocadas pelo laser, juntamente com o dano térmico, estimulam a reorganização do colágeno e uma melhora na textura de toda a pele afetada.
Os melhores resultados costumam aparecer com a associação de mais de um método e com várias sessões. Para saber qual o melhor tratamento para você, consulte um médico dermatologista. Agende sua consulta para tirar todas as dúvidas e para que haja a avaliação do seu caso especificamente!

Ótimo Final de Semana!

Dra. Rafaela Salvato
X

Dra. Rafaela Salvato

Dermatologista em Florianópolis

Filiada ao Conselho Regional de Medicina do Estado de Santa Catarina CREMESC sob n° 14.282, ao Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo CREMESP sob o n° 133.312 e registro de especialista (RQE) sob n° 10.934.

Especialização em Laser e procedimentos estéticos pela Harvard Medical School, da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos da América, sob supervisão do Prof. Dr. Richard Rox Anderson...

Saiba mais

Clínica

Dermatologista em Florianópolis

Dermatologia Estética
Dermatologia Clínica
Laser

(48) 3225-4033

VISITE O SITE

Av Trompowsky, 291 Salas 403 e 404 – Torre 1
Medical Tower – Trompowsky Corporate
Centro – Florianópolis
Santa Catarina – Brasil